Cursos e Debates

 

Biblioteca Hipátia

TV Cidadania Livre

 

4ª edição da Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular está com inscrições abertas

Inúmeras oficinas ocorrem entre os dias 16 e 20 de julho; confira a programação

Em 2019, é urgente contar e reafirmar histórias. Diante de um contexto em que falsas narrativas estão sendo criadas e disseminadas, movimentos sociais e organizações da sociedade civil revisitam as construções e as lutas por direitos estabelecidas ao longo das décadas em nosso país, como forma de orientar novas estratégias políticas e compartilhar as narrativas invisíveis – aquelas que não constam nos livros de história, mas que são fundamentais para a compreensão do país em que vivemos e de todas as suas desigualdades.

Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular, desde sua primeira edição, tem se comprometido em realizar reflexões coletivas sobre a conjuntura que vivemos, por meio de atividades formativas e culturais nos mais diversos temas, relacionados a direitos humanos. Em 2016, frente a um cenário político de graves ameaças à luta por direitos e à ordem democrática no Brasil, a iniciativa concentrou esforços em analisar criticamente a conjuntura da época. Com os acelerados retrocessos em 2017, a segunda edição apostou nas formações como espaço para discutir as resistências.

Já em 2018, além da análise crítica que sempre norteia as propostas, ofertamos para as/os participantes um espaço de ação e esperança. A proposta foi trazer atividades que trabalhassem práticas e experiências concretas e palpáveis, tendo em vista a sobrevivência no cenário adverso.

Em sua 4ª edição, a Semana de Formação aposta que é fundamental falar de memória e de narrativas. É necessário reivindicar nossa memória social e coletiva como matéria viva que forma e transforma a sociedade em busca de justiça social. É com base nesse resgate e nessas histórias que podemos anunciar, reinventar e viver o novo.

Serão mais de 50 atividades, ao longo de todos os períodos. Para participar, é necessário pagar uma taxa única (R$75,00), que permite a inscrição em todas as atividades. Como em todos os anos, realizaremos uma mesa de abertura – de caráter aberto, no salão nobre do Centro Universitário Maria Antonia/USP.

Aqueles que se inscreverem até sexta-feira, dia 05/07, podem utilizar um cupom de desconto de 20% do Centro de Formação: Educação Popular, Cultura e Direitos Humanos. Na página de pagamento, é só inserir SEMANA2019 no campo “Cupom”.

4ª edição da Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular
Data: entre os dias 16 e 20 de julho
Taxa de inscrição: R$75,00 (pagamento via site – débito, crédito ou boleto)
Inscrições: www.centrodeformacao.acaoeducativa.org.br Site externo
Mais informações: (11) 3151-2333, ramal 177 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 


Nós contamos histórias: memórias, imaginação e reinvenção. Chegamos à quarta edição da Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular da Ação Educativa. Em 2019, é urgente contar e reafirmar histórias.

Diante de um contexto em que falsas narrativas estão sendo criadas e disseminadas, movimentos sociais e organizações da sociedade civil revisitam as construções e as lutas por direitos estabelecidas ao longo das décadas em nosso país, como forma de orientar novas estratégias políticas e compartilhar as narrativas invisíveis – aquelas que não constam nos livros de história, mas que são fundamentais para a compreensão do país em que vivemos e de todas as suas desigualdades.

Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular, desde 2016, tem se comprometido em realizar reflexões coletivas sobre a conjuntura que vivemos, por meio de atividades formativas e culturais nos mais diversos temas, relacionados a direitos humanos. Já debatemos resistência, alternativas e esperanças e acreditamos que neste ano, em sua 4ª edição, é necessário falar de memória e de narrativas.

É necessário reivindicar nossa memória social e coletiva como matéria viva que forma e transforma a sociedade em busca de justiça social. É com base nesse resgate e nessas histórias que podemos anunciar, reinventar e viver o novo. Esta energia de transformação e de ancestralidade que Conceição Evaristo expressa de maneira tão magnífica e poética em Vozes-Mulheres.

A voz da minha bisavó
Ecoou criança
nos porões do navio.
ecoou lamentos
de uma infância perdida.

A voz de minha avó
ecoou obediência
aos brancos-donos de tudo.

A voz de minha mãe
ecoou baixinho revolta
no fundo das cozinhas alheias
debaixo das trouxas
roupagens sujas dos brancos
pelo caminho empoeirado
rumo à favela.

A minha voz ainda
ecoa versos perplexos
com rimas de sangue
e
fome.

A voz de minha filha
recolhe todas as nossas vozes
recolhe em si
as vozes mudas caladas
engasgadas nas gargantas.

A voz de minha filha
recolhe em si
a fala e o ato

O ontem – o hoje – o agora.
Na voz de minha filha
se fará ouvir a ressonância
o eco da vida-liberdade.

Vozes-Mulheres – Conceição Evaristo

Confira a programação completa abaixo*:

Caso prefira, a programação também está disponível em PDF aqui.

Atenção: caso não possa contribuir com o valor total da Semana de Formação 2019, pedimos que mande um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

fonte: http://acaoeducativa.org.br/blog/2019/06/26/4a-edicao-da-semana-de-formacao-em-direitos-humanos-e-educacao-popular-esta-com-inscricoes-abertas/

Últimas Notícias

CopyLeft Cidade Livre 2019 - Comunidade Livre de Aprendizagem