Cursos e Debates

 

Biblioteca Hipátia

TV Cidadania Livre

 

Mais de 6 mil mortos, letalidade policial sobe 20% em 2018

10% das mortes no país

 
Em sua maioria são jovens (78,5%) e negros (75,4%), mostrando o caráter racista da polícia assassina brasileira.
 
 
para
THIAGO GOMES / AG. PARÁ
 
 

CAUSA OPERÁRIA – Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgados nesta terça-feira (10/09), as mortes cometidas por policiais chegaram a cerca de 6,2 mil em 2018, representando mais ou menos 10% das mortes no país durante o ano.

Com o golpe de Estado, fica evidente a escalada de assassinatos cometidos pela polícia, uma vez que o número representa 20% a mais do que foi cometido pela organismo de repressão em 2017 e chega a ser o triplo do que foi cometido em 2013, quando ocorreram cerca de 2,2 mil mortes nestas circunstâncias.

Os dados, obviamente, são manipulados e não representam a realidade. Uma vez que a maioria das mortes cometidas por policiais ocorrem de forma que não são registradas ou quando o policial está fora do horário de serviço. Desta forma, os números são bem maiores dos que os divulgados pelo Fórum.

Em 17 estados, a polícia matou mais, e no Rio de Janeiro, o número de mortes chegou a 1.534, o equivalente a 4 pessoas mortas por dia. O que revela a política genocida, de massacre contra a população, realizada pela polícia. Já Roraima e o Tocantins foram os estados com maior crescimento, 183% e 99%, respectivamente.

Outro dado revelado pelo Fórum é o perfil dos atingidos pela polícia. Em sua maioria são jovens (78,5%) e negros (75,4%), mostrando o caráter racista da polícia assassina brasileira.

 

fonte: https://www.causaoperaria.org.br/mais-de-6-mil-mortos-letalidade-policial-sobe-20-em-2018/

 

Últimas Notícias